E assim nasceu o Centro de Dia…

 

            Decorriam os anos de 1979/80 e, porque na altura a Igreja tinha um saldo de seis centos contos proveniente das festas da Aldeia, pôs-se a hipótese de efectuar obras na antiga casa paroquial, com o destino de aí instalar um Centro de Dia. Esta decisão foi tomada por uma comissão liderada pelo Reverendo Padre Pinto, pelo Senhor José Joaquim Franco e pelo Professor Candeias. A decisão foi tomada em reunião que teve lugar em 05 de Janeiro de 1979. Na altura, houve um grande empenho da população bem como de diversas entidades: a Câmara Municipal de Penamacor atribuiu um subsídio de cem mil escudos e o transporte dos aterros e outros inertes que foram retirados da casa e do quintal; o Centro Regional de Segurança Social, na pessoa do então seu Director Regional, Senhor Doutor Domingos Coelho, ao visitar-nos, atribuiu uma verba de mil e duzentos contos.

            Foi com todo este empenho que se levou a cabo a primeira instituição, do género, no concelho de Penamacor: O nosso Centro Social Paroquial.

            Terminadas as obras e feito o respectivo apetrechamento, foi decidido instalar os nossos primeiros utentes. Foi no dia 08 de Dezembro de 1981, com a presença do Senhor Bispo da Guarda, D. António dos Santos.

            Muitos não têm dado pela sua existência, bem como pela sua válida acção em prol dos que mais precisam pois encontram aqui o seu único conforto e salutar acompanhamento, nos últimos dias da sua vida.

            Lembramos todos os utentes do Centro de Dia que já partiram e recordamos vivamente o saudoso Padre Pinto e o Senhor José Joaquim Franco. Sentimos de perto o seu conforto e recebemos deles, o ânimo para continuar a servir os irmãos que anseiam mais carinho e salutar presença desta grandiosa Instituição.